XVIII MaiFest 27 e 28 de maio de 2017

Sobre o evento

XVIII MaiFest - O Evento Multicultural de São Paulo
Tema

Lebenswelt (Mundo da Vida)

Data / Horário

27 e 28 de maio de 2017 / 10h às 22h

Realização

AEMB – Associação dos Empreendedores e Moradores do Brooklin

Curador Cultural

Luiz Delfino Cardia

Localização

Quadrilátero das Ruas Joaquim Nabuco, Princesa Isabel, Bernadino de Campos e Barão do Triunfo
Brooklin, São Paulo

Palavras do Presidente

Vamos celebrar o Mundo da Vida “Lebenswelt”!

A 18ª edição da MaiFest promovida pela AEMB – Associação dos Empreendedores e Moradores do Brooklin, que acontece nos dias 27 e 28 de maio desta vez traz como tema Lebenswelt, traduzido como o “Mundo da Vida”. O evento multicultural manterá a tradição de apresentar uma programação com rigor intelectual e credibilidade artística, vista nas performances de danças, música, teatro, esportes, pesquisas de historiadores, exposições, atividades infantis, além da gastronomia diversificada que ressalta a Alemanha tradicional e contemporânea.

A festa está pautada em três eixos: sociedade cultura e identidade, com uma visão de modelo democrático no sentido coletivo de pensar no conjunto. Nossa ideia ao escolher este tema é reforçar tudo aquilo que já vínhamos fazendo em nossas festas anteriores, ou seja, o resgate da cidadania e a luta pela democratização cultural.

Para produção desta mega festa, contamos sempre com importantes apoios, seja de órgãos públicos como a Prefeitura de São Paulo, Governo do Estado, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Prefeitura Regional de Santo Amaro, Prefeituras das cidades de São Paulo, parceiros empresariais e inúmeras entidades sociais. São mais de 80 apoios institucionais e nesta edição da MaiFest criamos um espaço de valorização das entidades sociais na Rua Bernardino de Campos, onde cada uma delas poderá contar um pouco de sua história e de seus projetos através de uma exposição de banners. Esta é uma forma de valorizar todos que nos ajudam.

A Associação do Brooklin e a Secretaria do Verde e Meio Ambiente criaram uma ação compartilhada e transversal na XVIII MaiFest, com diversas ações para fomentar a educação ambiental em forma teatral para a criançada no Espaço Criança. Terá ainda exposição de maquetes, jogos ambientais e distribuição de mudas durante a festa. A Tetrapark também estará presente com oficina educacional ambiental para os pequenos. São muitas atrações para toda a família!

Pensando no futuro sustentável, a reciclagem também estará presente na MaiFest por meio da COOPERCAPS que atuará na festa realizando a coleta seletiva dos resíduos recicláveis através de um termo de parceria firmado com a AEMB. Os cooperados irão trabalhar na coleta dos materiais recicláveis nas lixeiras, nas tendas e restaurantes participantes do evento, sendo que nas tendas e restaurantes terá coleta de óleo também. Para contribuir com esta missão de impacto ambiental, teremos comunicação visual nas lixeiras, orientando o descarte de materiais recicláveis e materiais orgânicos. Todo o trabalho de limpeza será feito com o apoio da AMLURB, SOMA e ECOURBIS, cuja logística contará com o posicionamento de 76 lixeiras, três containers e dois caminhões.  

Além disso, o evento terá participações de artistas imigrantes indocumentados, como músicos de vários países.

Uma ótima festa a todos!

Pietro Iaconelli
Presidente da AEMB

Palavras do Curador

 XVIII Maifest Festival
Por uma cultura de tolerância”  Profª Dra. Maria Luiza Tucci Carneiro
 Cultura, Educação, Solidariedade e Cidadania nas ruas do Brooklin.
 
 
O termo “Lebenswelt”, conceito realçado pela filosofia de Jürgen Habermas, segundo o Prof. Dr. Christian Dunker: “…mostra a reconstrução do mundo da vida, constituindo um modelo de democracia e uma forma de reconhecer o papel coletivo em um mundo de crescente individualização.”
 
A 18ª Edição do Maifest se apropriou do tema “Lebenswelt” (“mundo da vida”), em três dimensões: cultura, sociedade e identidade, traduzidas pelas ideias de interação, diálogo intercultural, compartilhamento, cooperação, valores democráticos, movimento coletivo, tendo como pano de fundo um evento que tem se notabilizado por trazer a possibilidade de uma experiência comum em espaços democráticos.
 
A convivência cultural nas ruas do Brooklin ao promover a cidadania, a educação,a tolerância e a solidariedade, cria um verdadeiro espaço de aprendizado entre pessoas de culturas diferentes.
 Com base nesses pressupostos é que prestamos, nessa edição, nossa homenagem ao importante trabalho do LEER – Laboratório de Estudos sobre Etnicidade, Racismo e Discriminação da USP, uma referência sobre a memória e história dos grupos étnicos presentes na sociedade brasileira e à obra acadêmica, imprescindível, da Profª Dra. Maria Luiza Tucci Carneiro.
 
Entre as inúmeras atrações trazidas pelo Festival, destacamos a Exposição Entre Mundos, sobre o legado dos refugiados do nazifascismo em tempos de intolerância (1933-1945), com a curadoria da Profª Dra. Maria Luiza Tucci Carneiro e o LEER USP, à disposição do público na CIESP Distrital Sul.
 
Teremos, também, a exposição das cidades paulistas de imigração alemã na Galeria Brooklin, criando diálogo entre pesquisadores, historiadores e o público que nos prestigia com sua presença.
 
Outra novidade será o palco dedicado ao Sarau dos Imigrantes, um espaço aberto como forma de homenagear o talento artístico daqueles imigrantes que adotaram a cidade de São Paulo para viver e trabalhar.
 
O projeto Sarau dos Imigrantes, envolvendo pesquisa e produção musical, vem ganhando apoio em importantes ambientes culturais da metrópole, como é o caso do Espaço Parlapatões, na figura de Hugo Possolo, e da Virada Cultural, com a curadoria do músico e educador Irajá Menezes.
 
A XVIII Edição do Maifest Festival tem como propósito aproximar as pessoas e valorizar culturas. Só nesta Edição teremos a representação artística dos seguintes países: Alemanha, Escócia, Argentina, Brasil, Chile, Equador, Uruguai, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Egito, Guiné Conacry, Senegal, Palestina, Israel, Síria, China e Estados Unidos.
 
Homenagearemos também a Profª Silvia Maria Saltini, o Profº Bruno Pinto Soares de Adamantina,, Leornardo Ugolini e Jorge Müller, ambos da CIESP Sul, o escritor Rodrigo Trespach, de Osório, em Rio Grande do Sul, além do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de São Paulo, a Banda Liceu Noroeste Bauru, o Aeroclube de Bauru (fundado em 1939 pelo alemão Hendrich Kurt), o Município de Bauru, a Casa de Passagem Terra Nova-Governo do Estado de São Paulo, e os grupos culturais de Pomerode, em Santa Catarina.
 
A Secretaria do Verde e Meio Ambiente da Cidade de São Paulo,através do Departamento de Gestão descentralizada,estará na Maifest 2017 criando ação cultural com educação ambiental,com apoio da AEMB. A Associação do Brooklin fará coleta seletiva dos resíduos gerados na XVIII Maifest, com apoio e ação transversal: Amlurb, Soma, Ecourbis, Coopercaps, Tetrapak, CET, Instituto GEA, GPA e Prefeitura Regional de Santo Amaro.
 
Agradecimentos aos parceiros e artistas da XVIII Maifest 2017
 
Venha nos visitar e participar desse grande encontro entre as culturas !
 
“Por uma cultura de tolerância”
 
 
Luiz Delfino Cardia
Curador Cultural XVIII Maifest 2017
Associação do Brooklin